A FELICIDADE DE AMAR É CONTEMPLAR A NATUREZA E SENTIR AS VIBRAÇÕES DA FORÇA CRIADORA QUE SE ESPALHA PELO UNIVERSO INFINITO, QUE EM UNIÃO COM A MATÉRIA CÓSMICA POSSIBILITA QUE A EVOLUÇÃO SEJA O PRINCÍPIO FUNDAMENTAL DO UNIVERSO.

- COMPARTILHE A FELICIDADE -

- COMPARTILHE A FELICIDADE -

- COMPARTILHE A FELICIDADE -

- COMPARTILHE A FELICIDADE -

- COMPARTILHE A FELICIDADE -

TRIBUTO À FELICIDADE

A força de vontade tem um papel preponderante na nossa vida, e quando temos essa força e sabemos querer, nós enfrentamos e procuramos solucionar os problemas com satisfação, porque sabemos que já é caminho andado para ser um pouco feliz. Mas se fugirmos da nossa responsabilidade, das dificuldades, e não queremos que nada modifique o ritmo de nossas vidas, do nosso bem estar, aí tudo dá errado, se complica e estamos sujeitos a fracassos.

A felicidade é um grande sustentáculo de nossas forças, é um bom remédio para a saúde. Podemos dizer que a felicidade pode ser a conseqüência de um trabalho, de uma árdua luta para esta conquista.

Não podemos construir ou arquitetar a felicidade sem uma reforma dentro de nós mesmos, pois a felicidade existe no modo de viver e pensar de cada um. A maior felicidade que podemos ter neste mundo é a de nos conhecermos como Força e Matéria e com esse conhecimento será mais fácil a nossa evolução.

Observamos que cada vez mais o mundo anda desarvorado; as pessoas não conseguem assimilar as grandes mudanças em ritmo acelerado dos acontecimentos e se infelicitam, se avassalam, se perturbam e sofrem agruras da mente e do corpo.

Não devemos nos deixar iludir com as ilusões fagueiras. Devemos buscar coisas boas, para sermos relativamente feliz, já que a felicidade completa não existe, firmemos em bases sólidas e firmes e a felicidade pode ser até duradoura.

Vamos sorrir com alegria, com satisfação íntima de bem viver, isto espanta as preocupações tão comuns neste mundo, abrindo as portas para um mundo melhor.

Todos deveriam ser conhecedores do que seja a felicidade que todos podem possuir, pois ela provém do cumprimento dos deveres, da prática do bem, do honrado trabalho, da bondade inata no espírito.

Hoje a maioria se esforça para conseguir a riqueza material, mas não cuida de praticar aquilo que dá a tranqüilidade de espírito e necessariamente a felicidade relativa a que todos têm direito.

Na verdade o dinheiro não pode comprar a felicidade de ninguém. Podemos dizer que vale mais a satisfação de consciência, a pureza de sentimentos, um caráter correto, uma honradez imaculada, uma honestidade inigualável do que uma grande fortuna, o grande conforto, os carrões de luxo. Os primeiros trazem realmente a felicidade e o último na maioria das vezes traz a desgraça e a infelicidade.

Já pensou na alegria, na felicidade de um cego poder ver a beleza do nascer e do pôr do sol, o brilhar das águas, o verde das matas, a beleza das flores, a beleza das plumagens dos pássaros? Para esta pessoa o mundo é uma visão bela extraordinária, que encanta a alma.

Um lar, uma oficina, um escritório, um consultório, pode ser transformados por uma só alma cheia de sol, em um lugar aconchegante, onde todos se sintam bem.

Como seria bom se encontrássemos por todas as partes rostos sorridentes, radiosos de esperança e de felicidade, nossos caminhos seriam bem mais fáceis de serem percorridos. E, ao contrário, onde reina a tristeza, o deboche, os maus pensamentos, o trabalho excessivo, a maneira errada de viver e conduzir, sentiríamos desolados, fracassados, um ser nervoso, descontrolado e infeliz, pois o ambiente tem grande importância na vida de cada um.

A saúde, o bem estar, o bom humor, os bons pensamentos, a alegria, a satisfação íntima são para o corpo humano o que a luz é para o espírito.

Há pessoas que não sabem aproveitar o tempo em coisas boas e proveitosas, é como diz um historiador: Pisam os lírios, as violetas, para apanhar as flores mais belas, não se importando se as maltratou ou ceifou suas vidas. No entanto, a felicidade não consiste em ter, mas em ser, não em possuir, mas em sentir, pois é a paz interior que significa ser feliz e pensar sempre que o inimigo jamais tem o direito de invadir nossa consciência.

Na verdade não devemos jamais concorrer para infelicidade de ninguém, e muito menos para nossa própria infelicidade, pois seria um fracasso para nosso espírito.

Há épocas em que as coisas se tornam mais difíceis do que em outras. Há situações embaraçosas no mundo Terra. A essas situações todos estão sujeitos, mas se o espírito estiver devidamente fortalecido e saiba querer, desde que tenha vontade forte, ele passa por cima de tudo, superando e transpondo as barreiras e sentindo satisfeito por ter conseguido a realização daquilo que aspirava.

A atmosfera da Terra está cada vez mais pesada, mais empestada, porque os seres humanos, em vez de procurarem se espiritualizar, entregam-se as experiências atômicas, que concorrem para dizimar a humanidade e torná-la enferma e as vezes até desesperada por ver que tudo vai de mal a pior.

Tudo, por difícil que seja, pode ser resolvido, porque tudo é possível quando se sabe querer solucionar os problemas e quanto mais difícil eles são, quanto mais complicados eles se apresentam, mais força, mais valor se exige dos seres humanos para resolvê-los.

Muitos de nós pensamos que a felicidade está sempre ao nosso alcance todos os dias e esperamos, esperamos, mas não passa de um sonho, de uma ilusão, pois desse modo a felicidade jamais chegará até nós, somente se fizermos o esforço necessário através da nossa maneira de viver, de pensar e de agir para podermos alcançá-la ou adquiri-la.

Quem não sabe encontrar a satisfação de viver dentro de si mesmo, jamais rejubilará com a luz, com o sol ao nosso redor, e dificilmente encontrará o caminho certo da felicidade.

Quando a humanidade vai realmente aprender que a felicidade é um produto natural dos nossos pensamentos, dos nossos esforços, da nossa atitude mental, da tranqüilidade de consciência, e na maneira de encararmos a vida?

A ambição descomedida de ter a qualquer custo o conforto de uma casa bonita, luxuosa, de viver em bairros de ricos, vestir as melhores roupas, usar as melhores jóias, tudo isso são pensamentos inúteis, não merece consideração porque não vai realmente trazer a ambicionada felicidade.

Há aqueles que pisam nas plantas menores para colher as flores de uma árvore para apenas contentar o seu egoísmo de tudo possuir, isto é triste mas é a verdade, porque a verdadeira felicidade vem do cultivo e do desenvolvimento do que há de melhor em nós.

Apesar de o ser humano andar a procura da felicidade desde os primórdios históricos, poucos a têm encontrado e muitos não fazem pelo menos a idéia do que ela seja, porque ela é tão justa, tão simples que às vezes passa despercebida.

A felicidade é amiga da honradez, da harmonia, da verdade, da lealdade, da afeição, do amor e da sinceridade, mas, inimiga da vingança, da malquerença, do ódio, do ciúme, da inveja, da ambição descomedida.

A humanidade se perde nas suas divagações materialistas e às vezes ela sente nisto a satisfação do seu eu, da vaidade, esse eu egoísta maldoso que precisa ser corrigido o quanto antes para o próprio bem da humanidade.

Ninguém está livre de lhe acontecer isto ou aquilo, todos estão sujeitos às vicissitudes, aos contratempos, mas o principal é não se deixar esmorecer, enfraquecer, e não ter medo de nada, procurando tudo enfrentar com vontade de vencer e ser feliz.

Se procurarmos refletir todos os dias, durante alguns minutos, se expulsarmos do nosso espírito a inveja, o ciúme, a má ambição, se tentássemos apreciar apenas aquilo que possuímos, e todos dias congratulássemos por ter uma boa família, aprenderíamos mais rapidamente o quanto somos felizes e não sabíamos, o nosso modo de pensar seria outro, mais firme, pois feliz é aquele que se contenta com o que tem e que sabe desfrutar seriamente quando se tem muito, estejam certos não ambicionaria mais do que merece.

A maioria dos seres humanos se infelicita pelos pensamentos de dúvida, de pessimismo, de vacilação, de medo, de ódio, pois, na verdade, são veículos de infelicidade, de avassalamentos e fracassos espirituais e materiais.

Seria bom que todos se convencessem que este mundo não é nenhum paraíso para gozos materiais, é um mundo de lutas, de sofrimentos, de preocupações, de apreensões, mas se tornarão sábias se souberem viver, e este viver as conduzirá a uma felicidade relativa, porque a completa na Terra não existe, a não ser nos mundos de luzes.

Quantas pessoas ficam a espera de uma felicidade total e vão trilhando os caminhos da vida, às vezes margeados de lindas flores, mas seu egoísmo e a sua ganância não deixam seus olhos verem e nem sentirem que a beleza e o perfume que aquelas flores oferecem é de fazer a felicidade de qualquer um. Pois todas as coisas têm o seu valor por mais simples e pequeninas, podem causar alegria, a questão é saber descobrir esse valor e não desperdiçar tempo procurando o impossível, pois através do tempo, empregando-o bem, estaremos enriquecendo o espírito e os meios de sermos felizes.

Conheci uma senhora que perdeu um filho e o marido em um desastre, ela ficou tão desolada que pedia a morte todos os dias pensando que se libertaria daquele sofrimento atroz, mas com o passar do tempo ela encontrou forças dentro de si mesma, e começou a dedicar-se às pessoas enfermas e necessitadas, a suportar as suas dores, os seus sofrimentos e, para o seu espanto, os dias já não pareciam tão negros.

Ela foi enchendo-se de vigor físico e mental para novas lutas que iam surgindo no seu caminho e mais uma vez ela sentiu-se realizada e feliz.

A natureza e a força interior são coisas belas, são um verdadeiro médico que às vezes cura as feridas, por isso devemos dizer todos os dias: eu não consentirei que inimigos da minha felicidade venham perturbar a minha mente.

De que adiantaria ficarmos lembrando das más coisas, dos erros que nos aconteceram no passado, lamentando os sofrimentos que passamos, causando tristeza e infelicidade ao nosso espírito? Vamos repelir tudo isso procurando trabalhar e praticar o bem, lembrarmos das coisas boas e seremos felizes.

A felicidade é amiga da harmonia, da beleza, da verdade, da afeição, da simplicidade, ela não pode existir onde habita o egoísmo, a mentira, a discórdia, a preguiça.

A felicidade é uma conseqüência dum árduo trabalho, do desenvolvimento das nossas energias internas, do nosso esforço para conquistá-la.

O mundo dá oportunidade a todos para que sejam felizes e a colheita poderá ser boa se quisermos apanhar as boas coisas que encontrarmos pelos caminhos da nossa vida porque felicidade não se compra, adquire-se, conquista-se.

Nós vivemos num mundo, numa situação cada vez mais materialista, é o mundo do ter, todos querem ter coisas, todos querem ter felicidades e felicidade não é coisa que se compra mas que se conquista.

Não podemos dar aquilo que não podemos ter e nem comprar, mas sim sentir, pois felicidade não é coisa fabricada, portanto não pode estar a venda nos balcões das lojas.

Em cada oração deste capítulo, em cada núcleo, em cada palavra desejo que colham uma mensagem de incentivo para lutarem cada vez mais por aquilo que tanto almejam, e serem felizes.

Porém, não esqueçam que a melhor mensagem está no interior de cada um e é só desenvolvendo as dimensões íntimas que poderão senti-la.

Tributo à felicidade
Por Ana Amaral

Título publicado no endereço:
http://christianrationalism.net/bu/nos-e-o-mundo.doc#_Toc54514004
MENSAGEM ENVIADA PELO SR. ANTÃO DA LUZ:

Olá Querida Companheira,

Foi com muita satisfação que tomamos conhecimento do seu novo trabalho literário.

Estes três dias em casa não foram suficientes para pormos em dia os afazeres em atrazo.

Por ora apenas tivemos tempo para passar uma ligeira vista d'olhos e gostamos da apresentação. Mas as referências das nossas Fátima Almeida e Aidinha sobre seu novo blogue nos fizeram antecipar estas duas linhas para lhe demonstrar todo o nosso agrado.

Como sabe nunca nos esquivamos a incentivar a todos os companheiros na nossa Filial a que estudassem não só as nossas obras mas também lessem obras de autores sérios e que quem isso fizesse muito estaria a lucrar e o trabalho produzido, no caso dos médiuns, seria mais proveitoso em todos os sentidos.

Há muito que notamos, com muita alegria, todo o interesse que a D. Arminda vinha dispensando ao estudo, de maneira geral.

O resultado do seu empenho está à vista de quem quiser ver.

Identificamos, no nosso Centro, militantes a quem pessoalmente falamos das suas possibilidades, com a intenção de os entusiasmar a fazer qualquer coisa de positivo, mas faltou-lhes coragem e, como se diz, dos fracos não reza a história. Preferem a imobilidade e não imaginam o quanto essa sua passividade lhes transtorna, pois, quem sabe usar da pena e não a usa para dizer aos seus concidadãos o que sabe ser a VERDADE, é um mau patriota e está cometendo o crime de omissão. Mais ou menos isso foi dito pelo grande amigo do nosso Mestre Luiz de Mattos, o filólogo e escritor brasileiro, Júlio Ribeiro.

Bem, não percamos tempo com os apáticos e falemos de nós!

Como sabe a Companheira, a nossa Filial já compilou oito volumes, nos quais vem anotado tudo quanto de essencial se passa não só na nossa Casa, mas em todo o universo racionalista cristão.

A intenção não é outra senão deixarmos algo para os pósteros, isto é, para aqueles a quem teremos que entregar o bastão. Algo que espelhe o nosso esforço, a nossa luta e que seja o alicerce, os pilares, para a renovação em que inevitavelmente, terão que se empenhar.

Não seria do nosso agrado que da Filial apenas a Aidinha e eu contribuíssemos para dar conteúdo a essa obra.

Podemos afirmar que a Companheira e amiga D. Arminda está dando um precioso contributo.

Continue, pois, está provando ter cabedal para o empreendimento a que se propor levar a cabo.
Nossas Felicitações,
Antão da Luz

http://seixal.racionalismocristao.org/index.html

♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
MENSAGEM ENVIADA PELA FILHA ALICE BARROS E PELA NETINHA CAROLINA:

Querida mãe e avó "Mimi",

Ficamos muito felizes pelo teu novo blog.

E é com muito orgulho que vemos a tua dedicação, o teu amor, a tua felicidade e a tua experiência que tens para connosco, transformada nestas belas palavras, neste belo sentimento de pleno AMOR!

Amamos-te muito MÃE E AVÓ.
Alice Barros e Corolina



♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
MENSAGEM ENVIADA POR ANA PAULA OLIVEIRA:
Olá Querida Arminda

Os meus parabéns pelo seu novo Blog, está muito bonito!

Feliz ano 2011 para si e para os seus.

Com um abraço amigo

Ana Paula Oliveira
Portugal – Porto
http://viverplenitude.blogspot.com/
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
MENSAGEM ENVIADA PELA SRª AIDA LUZ:

Querida Arminda,

Dou-lhe meus sinceros parabéns, pela harmonia com que está feito seu Blogue, pelo conteúdo e especialmente pela sua força que, após concluir um, não ficou parada e arranjou coragem para enfrentar novo desafio.

Afinal, se às vezes parece frágil, pelo contrário, acaba de demonstrar uma grande força interior e isso é muito bom.

Continúe amiga, mulheres assim não se encontram a todo o instante.

Que 2011 seja um ano pleno de realizações, saúde, paz e harmonia para si e toda a sua família.

Fiz uma rápida visita e gostei, mas não pude ler tudo, como deve imaginar. Até porque para se apreciar a obra, há que lê-la com atenção e cuidado e isso requer tempo. Logo que o fizer lhe darei a minha opinião.

Aproveito para agradecer a deferência em colocar meu Link na sua obra.

Um especial abraço e beijinhos.
Aidinha
http://caminhosdavidaaidaluz.blogspot.com/
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥
MENSAGEM ENVIADA POR MARIA DE FÁTIMA ALMEIDA:

Querida Amiga e Companheira de lutas,

Que FELICIDADE ao abrir estas "páginas", as páginas da Vida onde durante todo o ano trocamos e partilhamos nossas Amizade, a ti, dou-te com forte emoção os mais sinceros PARABÉNS por teu lindo blogue, pela tua capacidade de AMARES sem nada pedires em troca.

A Beleza de tua alma, de teu sentir, sempre me tocou tão profundamente, que com muita honra me apelidas de irmã. A privilegiada sou eu, a honra é toda minha.

Pelo teu maravilhoso trabalho, pela estudiosa e aluna aplicada que és, dás-me também a honra de colocares http://Exemplos-de-Vida.blogspot.com/ em teu belo trabalho.

FELICIDADES minha irmãzinha de tua irmã e nossa Mãezinha.

Feliz Ano Novo para ti e tua Família.

Feliz Ano Novo a todos os nossos Amigos companheiros de Vida.

Vossa Fátima (vovoh Fatinha)
http://exemplos-de-vida.blogspot.com/
♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥ ♥